No dia 28 de novembro de 2019, o Prof. Marcos Costa apresentou-se no Colóquio Internacional em comemoração dos 90 anos de publicação de “Problemas da obra de Dostoiévski”, principal obra crítica do pesquisador russo Mikhail Bakhtin (1895-1975).

Essa obra foi o primeiro livro publicado por Bakhtin, intitulado, primeiramente, como “Problemas da obra de Dostoiévski” em 1929. Mas essa obra ficou mundialmente conhecida apenas após a sua segunda edição realizada em 1963.

Essa segunda edição teve o título alterado para “Problemas da poética de Dostoiévski”, a qual não para de produzir reedições e traduções em todo o mundo.

Por exemplo, em 2000, saiu o volume II de “M. M. Bakhtin. Obras Reunidas”, organizado por S. Botcharóv, L. Miélikhova, V. L. Mákhlin e B. Pul, contando com a edição de 1929 e, ainda, materiais de arquivo.

Em 2017, vieram à luz na Rússia duas novas reedições, ambas formadas simultaneamente pelos textos de 1929 e 1963, a saber:a do Tsentr gumanitárnikh initsiatív [Centro de iniciativas em humanidades], e a “Bibliotiéka Vsemírnoi Literatúri” [Biblioteca da Literatura Mundial.

No Brasil, já existe a tradução de Paulo Bezerra de Problemas da Poética de Dostoiévski (1963), a segunda edição.

A primeira edição mantinha-se inédita no Brasil, mas já está sendo traduzida do russo para o português pelas pesquisadoras Sheila Vieira de Camargo Grillo e Ekaterina Vólkova Américo.

Atualmente, a supracitada tradução encontra-se em estágio avançado e com previsão de lançamento em breve pela Editora 34.

No que se refere à programação do evento, a comunicação do Prof. Marcos Costa se intitulou “A semiótica e o Círculo de Bakhtin: a polifonia em Dostoiévski”, que retomou as bases teóricas, metodológicas e epistemológicas da dissertação do referido professor.

Ele discutiu o efeito de sentido de polifonia nos textos romanescos de Dostoiévski, em uma visada semiótica.

Destaca-se que no mesmo evento, estiveram presentes figuras nacionais e internacionais do campo de estudo da filosofia bakhtiniana, como os professores Álvaro Caretta (UNIFESP), Sheila Vieira de Camargo Grillo (DLCV/USP), Beth Brait (PUC-SP), Cristóvão Tezza (UFPR), Nikolai I. Vassiliev (Saránsk), Svetlana Dubrovskaia (Saránsk), dentre outros.

O evento foi realizado entre os dias 26 e 28 de novembro de 2019, nas mediações do Auditório István Jancsó da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (Universidade de São Paulo – Cidade Universitária).

Marcos Costa

Marcos Costa

Doutor e Mestre em Letras pelo programa de pós-graduação em Semiótica e Linguística
Geral da FFLCH-USP